Última hora

Última hora

Sudão do Sul: Delegações discutem trégua

Em leitura:

Sudão do Sul: Delegações discutem trégua

Tamanho do texto Aa Aa

O Sudão do Sul pode estar à beira de um cessar-fogo. De acordo com os mediadores dos países de África Oriental, os dois beligerantes, o presidente Salva Kiir e o antigo vice-presidente Riek Machar, enviaram à Etiópia delegações para negociar uma trégua. Contudo, o chefe da rebelião, apressou-se a dizer que apesar de enviar os seus representantes a Adis Abeba, as suas tropas continuavam a marchar sobre a capital do mais jovem país do mundo.

As hostilidades rebentaram em meados de dezembro quando o presidente Salva Kiir acusou Riek Machar de estar a preparar um golpe de Estado. Desde o dia 15, a rivalidade entre os dois homens de etnias diferentes fez mais de mil mortos e cerca de 200 mil deslocados e ameaça transformar-se numa guerra civil.

O Sudão do Sul obteve a independência em julho de 2011, na sequência de um acordo de paz com Cartum, assinado em 2005, que pôs fim a um conflito de cerca de duas décadas. O Sudão do Sul é um país rico em petróleo, constituído por um mosaico étnico.