Última hora

Última hora

Urgência alimentar na República Centro-Africana

Em leitura:

Urgência alimentar na República Centro-Africana

Tamanho do texto Aa Aa

A República Centro-Africana vive uma situação de urgência alimentar. O alerta foi dado pelo Programa Alimentar Mundial que se prepara para prestar assistência humanitária a 1 milhão e 250 mil pessoas nos próximos oito meses. Desde o dia 5 de dezembro, o PAM e as ONG que estão no país conseguiram providenciar comida a mais de 237 mil pessoas. A insegurança é o maior desafio que enfrentam e as perspetivas estão longe de ser as melhores.

O advento do ano novo não trouxe nenhum sinal de esperança a um país dilacerado. Na última noite de 2013 os tiros foram uma constante na capital da República Centro-Africana, apesar da presença de soldados franceses. De acordo com a UNICEF, só em Bangui existem 55 zonas de acolhimento que albergam mais de 370 mil pessoas, em condições sanitárias desastrosas.