Última hora

Última hora

Ucrânia: Nacionalistas prestam homenagem a Stepan Bandera

Em leitura:

Ucrânia: Nacionalistas prestam homenagem a Stepan Bandera

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de ucranianos desfilaram, esta quarta-feira, nas ruas de várias cidades da Ucrânia, numa marcha de homenagem ao antigo líder nacionalista, Stepan Bandera.

Em Kiev, a capital, reuniram-se cerca de 15 mil pessoas. O primeiro de janeiro marcou o centésimo quinto aniversário do nascimento desta figura controversa da história do século XX na Ucrânia.

Traidor, para uns; herói, para outros.

“Todos os anos, desde 2006, os nacionalistas do Svoboda organizam esta marcha no dia 1 de janeiro, para divulgar as suas ideias, que são muito simples: viver num país independente onde os ucranianos sejam os donos da pátria”.

“O Nacionalismo não tem nada a ver com o nazismo e muito menos com os fascismo. É por isso que estas marchas são importantes para pôr fim às histórias de horror inventadas pelos comunistas e a polícia secreta da era soviética”.

Para os detratores, Stepan Bandera foi um traidor que fez acordos com os nazis durante a segunda guerra mundial; os seguidores consideram que é um herói que libertou o país do jugo comunista.