Última hora

Última hora

Camboja: Fogo real contra manifestantes deixa rasto de sangue

Em leitura:

Camboja: Fogo real contra manifestantes deixa rasto de sangue

Tamanho do texto Aa Aa

Tiros de espingardas automáticas com munições reais contra manifestantes a exigir melhores salários e novas eleições. Aconteceu no Camboja, na capital Phnom Pen. Pelo menos quatro pessoas perderam a vida, 21 ficaram feridas. A polícia militar interveio para dispersar uma multidão que recusava acatar as ordens e arremessava objetos, incluindo bombas incendiárias.

O incidente aconteceu numa zona industrial da capital, onde estão localizadas empresas ocidentais de confeção de vestuário como a Adidas, a Puma e a H & M.

O sangrento confronto representa um escalar da crise política vivida no país, onde trabalhadores em greve juntaram-se a manifestantes antigovernamentais, num movimento liderado pelo Partido da Salvação Nacional do Camboja, da oposição.

É segundo dia consecutivo de manifestações em todo o país.