Última hora

Última hora

Espanha: Desemprego em queda pela primeira vez desde 2006

Em leitura:

Espanha: Desemprego em queda pela primeira vez desde 2006

Tamanho do texto Aa Aa

Espanha registou em dezembro menos 107 mil desempregados face a novembro. É uma descida acentuada e de 2,24 por cento e que ajuda a que 2013 tenha sido o primeiro ano, desde 2006, em que o número de espanhóis sem trabalho diminuiu nas listas do Ministério do Emprego e Segurança Social de Espanha.

Dezembro foi, aliás, o quinto mês consecutivo de queda para o desemprego em Espanha, que, no total, regista agora 4,7 milhões de desempregados – menos 147 385 que um ano antes.

O secretário de estado espanhol da Segurança Social. Tomás Burgos, não esconde a satisfação: “Foi o melhor mês de dezembro desde 2001. Não foi um acaso, mas sim uma consequência de um conjunto de circunstâncias económicas que se devem claramente a uma maior confiança.”

Entre os jovens espanhóis com menos de 25 anos, os números também parecem animadores, com menos 44 mil desempregados registados no final do ano passado.

Entre géneros, as mulheres continuam a dominar entre os espanhóis sem trabalho. Ambos têm menos sem trabalho, mas a redução foi maior entre os homens, dos quais ainda há 2,3 milhões desempregados, contra 2,4 milhões de mulheres.

Quanto ao emprego, por fim, só em dezembro terão sido assinados em Espanha quase 1,3 milhões de novos contratos, dos quais 93 por cento a título temporário.