Última hora

Última hora

Presidente do Panamá exige cumprimento de contratos

Em leitura:

Presidente do Panamá exige cumprimento de contratos

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente panamiano, Ricardo Martinelli, vai a Espanha e a Itália pressionar as empresas a honrarem contratos de expansão do Canal do Panamá.

Uma decisão anunciada depois que o consórcio de construtoras encarregado do projeto ameaçou suspender os trabalhos devido a divergências sobre os custos da obra.

“Vou a Espanha e a Itália exigir que cada governo intervenha porque uma empresa não pode com esta quantidade de dinheiro para os custos adicionais do projeto de extensão. É um trabalho para a humanidade que tem muito valor mas não podem agora vir com a história de que têm de aumentar os custos inicialmente previstos”.

O consórcio, conhecido como Grupo Unidos pelo Canal, deu 21 dias para responder caso contrário as obras serão suspensas.

Cerca de 70 por cento do projeto de expansão estão completos.

O objetivo é alargar e aprofundar as passagens existentes de modo a permitir que navios maiores possam atravessar o canal.