Última hora

Última hora

Khodorkovksi está na Suíça

Em leitura:

Khodorkovksi está na Suíça

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-oligarca russo Mikhail Khodorkovski chegou este domingo à Suíça com a promessa de lutar pela libertação de outros presos políticos na Rússia.

As autoridades helvéticas concederam ao antigo magnata do petróleo russo um visto de três meses que lhe permite circular nos vinte e seis países do espaço Schengen.

Antes de ser detido, em 2003, Khodorkovski possuía, com vários sócios, pelo menos quatro empresas em Genebra.

Khodorkovski disse que a Suíça é o “segundo país onde poderá respirar o ar da liberdade” depois da Alemanha, para onde tinha seguido depois de ser libertado a 20 de dezembro, graças ao perdão presidencial de Vladimir Putin.

No trajeto de comboio desde Berlim, Khodorkovksi foi acompanhado pelo jornalista da televisão suíça SRF, Peter Gysling, que diz que “ele vai certamente apoiar a nova sociedade civil russa com as suas ideias e talvez financeiramente, a partir do estrangeiro. Mas não vai participar na política russa”.

Khodorkovksi, que chegou a ser o homem mais rico da Rússia, passou uma década na prisão depois de um processo que muitos interpretam como uma vingança política por ter desafiado o presidente Vladimir Putin.