Última hora

Última hora

Confrontos entre rebeldes da oposição síria e de organização ligada à Al-Qaida

Em leitura:

Confrontos entre rebeldes da oposição síria e de organização ligada à Al-Qaida

Tamanho do texto Aa Aa

No norte da Síria pelo menos 59 combatentes rebeldes morreram em confrontos entre vários grupos islamitas da oposição e a organização Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL), ligada à Al-Qaida.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, nove dos mortos são membros do ISIL, enquanto os restantes são combatentes de grupos como a Frente al-Nusra e a Frente Islâmica Síria.

A mesma fonte adiantou que sete dos combatentes foram executados por elementos do ISIL, na região de Harem, na província setentrional de Idleb.

Também se registaram confrontos nas províncias de Alepo, Al Raqa e Hama.

O ISIL deu um ultimato aos restantes grupos rebeldes, para levantarem as restrições contra os seus membros, ou retirarem de todas as linhas nos confrontos com as forças leais ao Governo de Damasco na província de Alepo.

Em Istambul a Coligação Nacional Síria reunida em Assembleia Geral afirmou num comunicado que o povo sírio rejeita o ISIL, qualificando-o como “grupo antirrevolucionário”.