Última hora

Última hora

Em 2014 o suprematismo continua bem vivo

Em leitura:

Em 2014 o suprematismo continua bem vivo

Tamanho do texto Aa Aa

Foi há quase cem anos que Kazimir Malevitch expôs o controverso “Quadrado preto sobre um fundo branco”. A obra emblemática do suprematismo russo é a grande fonte de inspiração de Alexander Dosuzhev. O pintor bielorusso de origem ucraniana expõe este mês no Museu de História de Vitebsk, no nordeste da Bielorússia.

“Graças ao Malevich descobri a noção de abstração geométrica. No passado cheguei a preferir Mondrian mas a obra de Malevitch levou-me a criar o meu próprio conceito”, disse Alexander Dosuzhev.

O escultor Alexander Slepov é outro dos artistas infuenciado por Malevitch, como mostra a obra “O portador da chama”.

“A escultura ‘O portador da chama’ faz parte de uma série temática. Baseia-se em elementos característicos da obra de Kazimir Malevich e nas cores que ele usava, preto, branco, vemelho e ocre. Os objetos são a cruz, o círculo e o quadrado. O volume foi composta a partir das formas artísticas de Malevitch”, disse o escultor.

A exposição pode ser visitada no museu de História Regional de Vitebsk, na Bielorússia até o final de Janeiro.