Última hora

Última hora

Goodyear: Funcionários libertam dirigentes e ocupam fábrica

Em leitura:

Goodyear: Funcionários libertam dirigentes e ocupam fábrica

Tamanho do texto Aa Aa

Em França, foram libertados os dois dirigentes da Goodyear que estiveram sequestrados mais de 24 horas na fábrica de Amiens. Os sindicalistas da CGT libertaram os dois homens. Os diretores de produção e recursos humanos saíram escoltados pela polícia, que tinha recebido ordem para os resgatar.

Os funcionários ocupam agora a fábrica, exigindo maiores indemnizações por despedimento.

Mickael Wamen, representante sindical, afirma: “Os meios do Estados estão à disposição da Goodyear. A Goodyear obteve tudo o que queria. Nunca quisemos usar meios duros, mas a batalha não terminou”.

Os funcionários perderam o recurso judicial para evitar o encerramento da fábrica e exigem agora, entre outras coisas, indemnizações de 80 mil a 180 mil euros, em função da antiguidade.

A Goodyear apresentou queixa, mas não por rapto dos dirigentes, um crime passível de cinco anos de prisão e 75 mil euros de multa.

O grupo anunciou o encerramento da fábrica de Amiens há um ano. Em causa estão 1100 empregos.