Última hora

Última hora

O adeus ao "Pantera Negra"

Em leitura:

O adeus ao "Pantera Negra"

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas deslocaram-se ao cemitério do Lumiar para prestarem homenagem a Eusébio. O ex-futebolista faleceu na madrugada de domingo aos 71 anos, vítima de paragem cardiorrespiratória.

Antes de chegar à Igreja do Seminário, onde foi celebrada a missa de corpo presente, o corpo de Eusébio da Silva Ferreira esteve em câmara ardente no Estádio da Luz onde, perante cerca de 10 mil adeptos, a urna foi levada ao relvado para uma volta ao estádio.

Nascido em Moçambique no seio de uma família humilde, Eusébio tornou-se um dos maiores símbolos do desporto português.

O “Pantera Negra” ganhou a Bola de Ouro em 1965 e, posteriormente, conquistou ainda duas Botas de Ouro. No Mundial de Inglaterra, em 1966, foi considerado o melhor jogador e, com nove golos, foi o melhor marcador levando Portugal ao terceiro lugar.