Última hora

Última hora

Holanda lança mecanismo de consultas políticas com Cuba

Em leitura:

Holanda lança mecanismo de consultas políticas com Cuba

Tamanho do texto Aa Aa

De visita a Havana, o chefe da diplomacia holandesa conclui com o homólogo cubano um acordo que prevê a abertura de consultas políticas bilaterais. Uma ruptura com a posição comum da União Europeia, que limita as deslocações de alto nível a Cuba e, de forma geral, os contactos com o regime cubano.

Frans Timmermans defendeu que “o diálogo entre a União Europeia, a Holanda e Cuba é de extrema importância para o desenvolvimento da região”.

O bloco comunitário retomou em 2008 as relações com Cuba, mas sob a base de uma “posição comum” dos Estados-membros que condiciona os laços aos avanços em termos de direitos humanos na ilha.

O chefe da diplomacia cubana lembrou que o seu país “constitui uma oportunidade para as empresas holandesas”. Bruno Rodriguez reiterou também “a disponibilidade para manter um intercâmbio contínuo”.

A Holanda é um dos principais parceiros comerciais europeus de Cuba, com um volume de negócios que ultrapassou os 580 milhões de euros em 2012, segundo números oficiais cubanos.

A visita de três dias de Timmermans incluiu uma passagem pela academia de futebol Feyenoord, uma iniciativa conjunta dos governos holandês e cubano.