Última hora

Última hora

Samaras e Barroso acreditam que 2014 marca o fim da crise na UE

Em leitura:

Samaras e Barroso acreditam que 2014 marca o fim da crise na UE

Tamanho do texto Aa Aa

A habitual foto de família da Comissão Europeia com o governo do país que preside à União Europeia foi tirada, esta quarta-feira, em Atenas, capital da Grécia.

Ambas as partes expressaram otimismo sobre o próximo semestre, apesar da ainda difícil situação do país, sob assistência da ‘troika’.

O primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, disse que “a Grécia, que fez enormes sacrifícios, está a deixar a crise para trás. A Europa também deixa a crise para trás. Mas evidentemente que não foram resolvidos todos os problemas e que ainda há muito a fazer”.

A poucos meses das eleições europeias, o presidente da Comissão Europeia sublinhou que os esforços dos povos sob austeridade, como o da Grécia, estão a dar frutos e que o projeto comunitário vai sobreviver à crise.

“Não nos esqueçamos de que há não muito tempo se especulava sobre a saída da Grécia da zona euro, sobre a implosão do euro, sobre a implosão da União Europeia. Logo, o facto de estarmos aqui é uma prova clara de que essas previsões estavam erradas”, afirmou José Manuel Barroso.

O correspondente da euronews em Atenas, Stamatis Giannisis, realça que “num período prolongado de grave crise económica, a presidência da UE dá ao governo grego uma boa oportunidade para restaurar o bom nome a nível internacional. O sucesso será medido pelo resultado nas eleições europeias de maio, determinante para o futuro da frágil coligação governamental grega”.