Última hora

Última hora

Justiça francesa favorável à extradição de opositor cazaque Mukthtar Ablyazov

Em leitura:

Justiça francesa favorável à extradição de opositor cazaque Mukthtar Ablyazov

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça francesa deu luz verde à extradição de Mukhtar Ablyazov para a Rússia. O oligarca e antigo ministro cazaque é perseguido, no seu país, por alegado desvio de fundos – que sempre negou. Opositor ao presidente Nursultan Nazarbaiev, Ablyazov diz-se vítima de manipulação.

Rússia e Ucrânia tinham pedido a França a sua extradição. Moscovo estima-se lesada em cinco mil milhões de dólares; Kiev em 400 milhões.

Cazaquistão, Rússia e Ucrânia têm um acordo trilateral sobre a transferência, entre si, de pessoas procurada pela justiça de cada país.

O advogado do ex-ministro já disse ir apresentar recurso, o que suspenderá a extradição.

Em maio último, a mulher e a filha, de seis anos, de Ablyazov já tinham sido extraditadas de Itália para o Cazaquistão.