Última hora

Última hora

França: Supremo Tribunal Administrativo pode anular espetáculo considerado antissemita

Em leitura:

França: Supremo Tribunal Administrativo pode anular espetáculo considerado antissemita

Tamanho do texto Aa Aa

Recurso para o supremo tribunal administrativo para interditar um espetáculo considerado antissemita pelo governo francês.

A história é longa. As autoridades de Nantes proibiram o evento mas um tribunal anulou a ordem. Daí que Dieudonne M’bala M’bala, comediante com sete condenações por ofensas antissemitas, pretenda mesmo avançar para o espetáculo já com 5 mil bilhetes vendidos só em Nantes. O advogado confirma que não há marcha atrás. “Não há qualquer solução para recuarmos, não há plano B para irmos para outro lado e vai mesmo ser no Zenith de Saint-herblain”, declarou Jacques Verdier.

Com o apoio do primeiro-ministro, o ministro do Interior, Manuel Valls, recorreu para a mais alta instância administrativa francesa, que pode anular a decisão judicial ainda antes do espetáculo ter início. Várias outras cidades esperam receber o evento, mas Bordeus, Marselha e Tours anularam-no.

Dieudonne considera-se anti-sionista, contra a ordem estabelecida mas não anti-semita.