Última hora

Última hora

Vizinhos querem demissão do presidente da RCA

Em leitura:

Vizinhos querem demissão do presidente da RCA

Tamanho do texto Aa Aa

Países vizinhos da República Centro-Africana tentam o desafio de restaurar a ordem no país assolado pela violência.

Na cimeira extraordinária da Comunidade Económica dos Estados da África Central o presidente do Chade, Idriss Deby, convidou os participantes a observar um minuto de silêncio face à tragédia que já matou mais de 1000 pessoas nos últimos meses.

Momento de trégua na violência nas ruas de Bangui esta quinta-feira, altura em que tropas continuam a patrulhar bairro a bairro para evitar combates inter-religiosos.

Um contingente de militares franceses e africanos tem-se interposto entre rebeldes muçulmanos Seleka e milícias cristãs.

Esforços que têm ajudado a restabelecer a segurança mas que não deverão resolver a situação de fragilidade em que o país se encontra.

A primeira preocupação dos países da CEEAC, e do primeiro do Chade é a paralisia total do poder de Bangui e sua incapacidade de restaurar a ordem.

O país Presidente interino Michel Djotodia enfrenta pressões para se demitir.