Última hora

Última hora

Grécia: três novos deputados do Aurora Dourada enfrentam Justiça

Em leitura:

Grécia: três novos deputados do Aurora Dourada enfrentam Justiça

Tamanho do texto Aa Aa

Duzentos membros do partido de extrema-direita Aurora Dourada protestaram este sábado em frente ao Tribunal de Recurso de Atenas, onde três novos deputados da formação grega compareciam perante a Justiça para responder a acusações de “pertença a organização criminosa”.

A audiência esteve rodeada de fortes medidas de segurança.

O porta-voz do partido, também ele investigado pela Justiça, diz que “os bandidos [das formações governantes] estão em liberdade. Nenhum dos seus deputados ou ministros foi interrogado em todos estes escândalos e casos de corrupção”. Ilias Kasidiaris afirma ainda que “os únicos que foram levados perante um juíz, e de forma ilegal para a prisão, foram os deputados do Aurora Dourada”.

A formação de extrema-direita já anunciou que pretende apelar ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

O advogado Christos Gramatidis diz que “o Aurora Dourada é um partido que difama sistematicamente o Tribunal Europeu, chamando-lhe ‘um instrumento dos judeus’ ou ‘da nova ordem’ e por aí fora. Por isso é irónico que essas pessoas evoquem agora a proteção do Tribunal Europeu. Mas é esta a majestade da Democracia”.

Desde Setembro, foram indiciados seis dos 18 deputados do partido. Três estão detidos, entre os quais o líder do Aurora Dourada, Nikos Michaloliakos. A Justiça grega apertou o cerco à formação de extrema-direita depois de um dos seus militantes ter assassinado um músico e ativista de esquerda.