Última hora

Última hora

Avi Pazner: "História de Sharon é paralela à de Israel"

Em leitura:

Avi Pazner: "História de Sharon é paralela à de Israel"

Tamanho do texto Aa Aa

O enviado especial da euronews a Telavive, Luis Carballo, falou com Avi Pazner, antigo porta-voz do governo liderado por Ariel Sharon, acerca do legado do ex-primeiro-ministro israelita.

Luis Carballo: “De que forma as decisões que Sharon tomou moldaram Israel?”

Avi Pazner: “A história de Sharon é paralela à história de Israel. Primeiro houve os combates militares pela própria existência do Estado de Israel, nos anos 50, 60 e 70. Sharon foi o responsável por inverter a maré da guerra em 1973, a guerra do Yom Kippur, quando atravessou o Canal de Suez. E, depois, quando entrou na política, começou a perceber lentamente que não era suficiente vencer no campo de batalha, também é preciso vencer a luta pela paz. E fez um grande gesto na direção dos palestinianos e do mundo árabe, quando decidiu a retirada da Faixa de Gaza. Infelizmente, não pode continuar porque teve um ataque e, poucos meses depois, ficou doente, o que se prolongou por muitos anos. Mas o seu legado é o da determinação para vencer em períodos de guerra e para tomar decisões difíceis em períodos de paz. Isso é Ariel Sharon”.

Luis Carballo: “Rapidamente: de que forma vai recordá-lo?”

Avi Pazner: “Primeiro que tudo, recordo-o com um grande homem e um amigo. Um grande homem, porque é uma sorte trabalhar com alguém assim, alguém como Ariel Sharon. E um amigo, porque embora não parecesse, ele era bastante sensível, bastante amigável, caloroso e atencioso. Tive o prazer de trabalhar com ele dia após dia e continuo a ter uma grande admiração”.