Última hora

Última hora

Palestinianos celebram morte de Sharon

Em leitura:

Palestinianos celebram morte de Sharon

Tamanho do texto Aa Aa

Na Faixa de Gaza a notícia da morte de Ariel Sharon foi recebida com manifestações de júbilo.

Apesar de Sharon ter passado oito anos em coma, a sua memória permanece bem viva entre os palestinianos.

“O mundo perdeu um carniceiro que matou muitos palestinianos. Agora já cá não está. É o fim de uma era”, afirma Fouad Jamhour, residente local em Ramala.

Um outro residente, Amjad Saoud, adianta que Sharon “é um indivíduo que cometeu muitos crimes contra o povo palestiniano. Assim, saber que já não se encontra entre nós é algo que traz muita felicidade ao nosso povo”.

A morte de Sharon veio trazer à memória episódios sangrentos da história do povo palestiniano como os massacres nos campos de refugiados de Sabra e Chatilla.

Nas ruas dos territórios palestinianos, a morte de Sharon serviu de motivo para distribuir doces e queimar imagens do antigo primeiro-ministro israelita.

Muitos lamentam apenas que Sharon nunca tenha sido julgado a nível internacional.