Última hora

Última hora

Primeiras cenas de confraternização em Bangui após semanas de violência

Em leitura:

Primeiras cenas de confraternização em Bangui após semanas de violência

Primeiras cenas de confraternização em Bangui após semanas de violência
Tamanho do texto Aa Aa

Relativamente calma após semanas de violência interreligiosa que fez mais de 1000 mortos, a capital da República Centro Africana assiste aos primeiros esforços de paz.

Com a mediação das forças francesas, combatentes muçulmanos Seleka, que apoiavam o presidente demissionário, e milícias cristãs anti-Balaka baixaram as armas num bairro de Bangui e assistiu-se a cenas de confraternização, para grande júbilo da população.

No entanto, noutras partes da capital ainda se assistem a episódios esporádicos de violência e pilhagens.

Uma residente diz que precisam de paz, porque perderam “tudo. O povo, filhos e familiares, fugiram e isso tem de acabar”.

Entretanto, o presidente do Conselho Nacional de Transição prepara a eleição do sucessor de Michel Djotodia, que se demitiu na sexta-feira sob pressão dos dirigentes da Comunidade Económica de Estados da África Central.