Última hora

Última hora

Sharon herói ou bandido?

Em leitura:

Sharon herói ou bandido?

Tamanho do texto Aa Aa

Em Israel, na localidade de Nitzan, antigos colonos de Gaza exprimem sentimentos mistos sobre o legado de Ariel Sharon.

As família israelitas que foram retiradas dos colonatos de Gaza, como parte do plano de Ariel Sharon, dizem que vão recordá-lo como um líder controverso.

Detestado por muitos árabes e uma não concensaul no seu próprio país, Sharon deixou sua marca na região como talvez nenhum outro através da invasão militar, construção de colonatos em terras ocupadas e a decisão choque para sair de Gaza.

“Ao longo dos anos de desenvolvimento de Gush Katif, sentimos essa pressão. E, na verdade em 2003, quando ele anunciou seu plano de retirada, foi visto como uma traição, como uma enorme bofetada. “

“Eu estou muito triste pela morte de Sharon. Quando ouvi a notícia não conseguia parar de chorar. Peço desculpa por este homem que era como um trator, mas que teria sido sensível à nossa causa e ajudou-nos, se tivesse tempo, se ele não tivesse tido o acidente vascular cerebral ele teria tomado conta de nós. Abandonou-nos. Pôs-nos fora de Gaza pela força, mas ele teria tomado conta de nós. Acho que Sharon era um herói.

O enviado da euronews comenta:

“Uma cicatriz indelével. É assim que os colonos expulsos de Gaza lembram a ordem de evacuação dada por Ariel Sharon em 2005. Oito anos e meio depois as consequências desta decisão ainda estão por resolver”. De Nitzan, Luis Carballo em Israel.