Última hora

Última hora

A caminho de uma solução final para o nuclear iraniano

Em leitura:

A caminho de uma solução final para o nuclear iraniano

Tamanho do texto Aa Aa

Parece ultrapassado o inverno nas negociações sobre o nuclear iraniano. Um acordo provisório, que levanta parcialmente as sanções a troco da suspensão temporária do programa, entra em vigor a 20 de janeiro.

A menos de uma semana do “relógio começar a contar” os seis meses que foram dados para chegar a um acordo definitivo, sabe-se que os inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) aterram em Teerão no sábado para preparar a aplicação do entendimento.

Barack Obama promete vetar quaisquer novas sanções contra a República Islâmica durante a vigência do acordo e voltou a avisar o Congresso que este é “o momento de deixar os diplomatas e os técnicos fazerem o seu trabalho”.

O grupo denominado 5+1 (Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido, França e Alemanha) deve reunir com Teerão já em fevereiro em busca de uma solução final para exterminar o potencial militar do programa nuclear que o Irão assegura ter apenas fins pacíficos.

A ensombrar esta primavera no impasse, surgiu o rumor que a Rússia estará a negociar com o Irão um acordo de petróleo por alimentos, que fez levantar as vozes dos que, em Washington, defendem mais sanções.