Última hora

Última hora

Egípcios referendam nova constituição

Em leitura:

Egípcios referendam nova constituição

Tamanho do texto Aa Aa

É a principal etapa do roteiro político do governo apoiado pelos militares. Os egípcios começaram a votar no referendo de dois dias sobre a nova constituição do país, que entre outros aspetos, reforça o poder do exército.

A grande incógnita é a participação no sufrágio numa sociedade que aparenta estar dividida.

“Sim à constituição e que Deus devolva a calma ao nosso país. Perdeu-se muita gente, espero que Deus nos traga a vitória”, declara um senhora. Uma outra, mais jovem, diz que não lhe agrada “ver muita gente excluída. Tenho a impressão que somos forçados a aceitar esta constituição, Mesmo a imprensa e as personalidades políticas afirmam que é preciso votar «sim». Temos que ir dar a nossa opinião”, declara.

Os apoiantes da Irmandade Muçulmana que viram o presidente Mohammed Morsi ser destituído num golpe militar rejeitam tudo o que não seja o regresso à anterior ordem, incluindo o regresso de Morsi ao poder. As manifestações sucedem-se na ruas.

Os apoiantes dos militares dizem que está em curso uma revolução pois havia muitas manifestações contra os políticos muçulmanos na altura em que Mohammed Morsi era presidente.