Última hora

Última hora

Manifestantes tailandeses paralisam centro nevrálgico de Banguecoque

Em leitura:

Manifestantes tailandeses paralisam centro nevrálgico de Banguecoque

Tamanho do texto Aa Aa

Na Tailândia, os manifestantes antigovernamentais alcançaram o objetivo deste segundo dia de paralisia da capital.

O centro nevrálgico de Banguecoque está completamente bloqueado. Milhares de pessoas saíram à rua e bloquearam o acesso aos principais serviços do país, impedindo assim os funcionários públicos de aceder aos respetivos postos de trabalho.

O Departamento Aduaneiro está bloqueado. ‘Idem’ para a sede da polícia. Cercados pelos manifestantes estão também os ministérios do Trabalho ou das Tecnologias da Informação, por exemplo.

Ao paralisaram a administração tailandesa, os manifestantes tentam aumentar a pressão sobre o governo de Yingluck Shinawatra. Há dois meses que a população exige a demissão do governo, e a sua substituição por um “conselho do povo”.

Yingluck Shinawatra propôs eleições antecipadas para o próximo dia 2 de fevereiro, mas o partido no poder é dado como novamente vencedor. Os democratas, a principal força da oposição, já anunciaram boicotar o escrutínio.

A primeira-ministra propôs entretanto, para esta quarta-feira, a realização de um encontro com todas as partes, para estudar um adiamento das eleições.