Última hora

Última hora

Povo unido durante cinco dias faz parar obras em Burgos

Em leitura:

Povo unido durante cinco dias faz parar obras em Burgos

Tamanho do texto Aa Aa

As máquinas pararam. O finca-pé dos habitantes de Burgos, em Espanha, levou à interrupção das obras de construção de um “boulevard” no local da “calle Victoria”. Um empreendimento que os habitantes do bairro de Gamonal consideram um “luxo” em tempos de crise.

Uma habitante explica: “Há coisas que se podiam mudar, mas agora não é o momento para nada. Há muita gente no desemprego e há coisas mais importantes neste momento.”

Os habitantes manifestam-se há cinco dias e quatro noites. Por razões de segurança, as máquinas não vieram continuar os trabalhos, esta terça-feira.

Mais seis pessoas foram detidas, nesta quarta noite de protestos, infiltrados por elementos que visam apenas a violência, dizem as autoridades.

Durante o fim de semana, cerca de 40 pessoas tinham sido detidas, depois dos confrontos com a polícia e da violência que resultou em destruição nas ruas da cidade espanhola.

Os habitantes podem ter ganho uma batalha, mas não a guerra. As obras estão paradas, para já, mas a autarquia garante que o projeto vai continuar.

Descontentes com um “alcaide” que dizem não quer ouvi-los, os habitantes pedem agora a demissão do edil.