Última hora

Última hora

Austeridade: Alemanha elogia coragem de Hollande

Em leitura:

Austeridade: Alemanha elogia coragem de Hollande

Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha louvou a coragem do Presidente francês François Hollande por avançar com difíceis reformas económicas.

Sob pressão de uma economia estagnada e desemprego elevado, o chefe de Estado que tem a pior popularidade de sempre para um presidente francês, anunciou que ia introduzir medidas que incluem cortes na despesa e alivio fiscal para as empresas.

O ministro alemão das Finanças, Frank-Walter Steinmeier, declarou que “as medidas apresentadas por Hollande são muito corajosas, em primeiro lugar. Em segundo, a notícia não teve o destaque que merecia por causa de outros temas que eram alegadamente interessantes”, disse, numa referência a um alegado escândalo sexual do Presidente.

A Comissão Europeia também elogiou as intenções de Hollande, em particular para reforçar a competitividade das empresas. Mas entre o querer e o poder vai alguma distância, como diz Daniel Gros, analista do Centro da Política Europeia.

“A França – pelo menos no papel – é um estado centralista e o que o presidente diz deve ser implementado. Mas na realidade, há uma grande resistência: por parte do povo ou do partido. Vimos isso várias vezes. No fim de contas, Sarkozy falhou naquilo que Hollande vai tentar fazer”, declarou.

Como se podia ler esta manhã no editorial do jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung: Hollande pode ter aberto uma lata de minhocas que vão provocar agitação no país.