Última hora

Última hora

Revolta de Burgos alastra a toda a Espanha

Em leitura:

Revolta de Burgos alastra a toda a Espanha

Revolta de Burgos alastra a toda a Espanha
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 45 cidades espanholas foram esta quarta-feira palco de manifestações em solidariedade com a revolta dos habitantes do bairro de Gamonal, em Burgos, contra um projeto de renovação urbana.

Em Madrid, os protestos degeneraram em confrontos que terminaram à porta do Partido Popular, no poder. Balanço: Mais de uma dezena de detenções e outros tantos feridos.

Numa Espanha mergulhada na crise e onde o desemprego atinge mais de 1/4 da população ativa, os habitantes de Gamonal consideram as obras supérfluas e o seu custo, cerca de 8,5 milhões de euros, uma exorbitância, dado o contexto.

Pior, os trabalhos foram entregues ao empreiteiro da cidade, Antonio Miguel Méndez Pozo, um “pato bravo”, proprietário de vários órgãos de comunicação, que já cumpriu pena por negociatas no imobiliário.

Numa tentativa de apagar as chamas da revolta, o alcaide de Burgos suspendeu temporariamente as obras.

O projeto prevê nomeadamente a construção de um parque de estacionamento subterrâneo na Calle Vitoria, avenida que deve ganhar novos espaços verdes e mais área para a circulação de peões e bicicletas.