Última hora

Última hora

Francis Tobin, que matou duas crianças na Hungria, cumpre grande parte da pena na Irlanda

Em leitura:

Francis Tobin, que matou duas crianças na Hungria, cumpre grande parte da pena na Irlanda

Tamanho do texto Aa Aa

O irlandês Francis Ciaran Tobin, que atropelou, mortalmente, duas crianças em Budapeste, na Hungria, já cumpriu parte da pena neste país.

O acidente aconteceu em 2000, na altura as autoridades húngaras deixaram-no sair do país mas este acabou por ser julgado e condenado a 18 meses de prisão.

A Hungria emitiu um mandado de captura internacional, mas o Supremo Tribunal irlandês rejeitou, duas vezes, o pedido de extradição.

Tobin acabou por entregar-se às autoridades irlandesas e chegar a um acordo que previa que cumprisse quatro dias de prisão na Hungria e regressasse à Irlanda para cumprir a restante pena.

Foi o que aconteceu esta sexta-feira, Tobin cumpriu a parte da sua pena na Hungria e regressou à Irlanda.

Para o pai das duas crianças, vítimas deste acidente, o importante é que ele cumpra a pena, não importa em que país. Bence Zoltai espera que ele tenha tempo para pensar nas suas ações.

Este processo levantou dúvidas sobre a forma como o sistema judicial húngaro lidou com a questão. Bruxelas criticou a transformação deste sistema e de outras instituições democráticas.

O irlandês está no seu país natal onde pode, teoricamente, pedir amnistia mas, de acordo com juristas irlandeses, só é possível consegui-lo se se tratar de um caso de injustiça legal.