Última hora

Última hora

Oposição síria no exílio aceita participar na conferência de Genebra

Em leitura:

Oposição síria no exílio aceita participar na conferência de Genebra

Tamanho do texto Aa Aa

Reunida em Istambul, a oposição síria no exílio decidiu participar na próxima semana na conferência de paz intitulada “Genebra II”.

A quatro dias da iniciativa diplomática lançada pelos Estados Unidos e pela Rússia, os membros da principal organização de opositores do regime sírio puseram finalmente fim aos receios do ocidente e dos países árabes, votando a favor da participação no encontro.

Mas o presidente da Coligação Nacional Síria deixou claro que o único objetivo é o afastamento de Bashar al-Assad. Ahmed Jarba frisou que “os que pensam que vamos estar presentes para esquecer o que aconteceu no passado, estão errados. Só vamos para manter vivas as memórias dos massacres do regime contra um povo que reclama liberdade e democracia”.

Jarba acusou o presidente sírio de conduzir um “terrorismo de Estado”, responsabilizando-o pela presença de militantes ligados à Al-Qaida no país, que lutam contra os rebeldes.

O regime de Assad deixou claro, no entanto, que não vai à Suíça “para passar o poder seja para quem for” e que cabe ao chefe de Estado liderar a transição.