Última hora

Em leitura:

Obama diz que Merkel não voltará a ser espiada


EUA

Obama diz que Merkel não voltará a ser espiada

Barack Obama promete que Angela Merkel não voltará a ser espiada, mas os alemães mostram-se céticos.

O presidente norte-americano concedeu uma entrevista à televisão pública alemã ZDF, na qual tentou apaziguar as tensões entre Washington e Berlim, provocadas pelo vasto programa de espionagem dos Estados Unidos divulgado pelo ex-analista Edward Snowden.

Obama diz que não precisa nem quer “prejudicar a relação” com a Alemanha “através de um mecanismo de vigilância que pode, de alguma forma, impedir o tipo de comunicação e confiança que existe. E, por isso”, garante, “enquanto for presidente dos Estados Unidos, a chanceler alemã não precisa de se preocupar com isso”.

O telemóvel de Merkel terá sido espiado pela Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos. Quando anunciou a reforma limitada das operações de vigilância, Obama disse que os dirigentes estrangeiros não voltariam a ser visados.

A União Europeia disse que vai “esperar para ver concretizar” os compromissos norte-americanos, enquanto o ministro alemão da Justiça afirmou que a confiança só será restaurada “quando houver um acordo que proteja juridicamente os dados de todos os cidadãos”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Residentes de Sochi prevêem muita neve para os Jogos Olímpicos