Última hora

Última hora

Ban Ki-moon quer Irão em Montreux para debater futuro da Síria

Em leitura:

Ban Ki-moon quer Irão em Montreux para debater futuro da Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Ban Ki-moon afirmou, este domingo, ter convidado o Irão a participar no primeiro dia de conversações de paz sobre a Síria, que decorre a 22 de janeiro, em Montreux.

O Secretário-geral da ONU garante que o país está empenhado em desempenhar um “papel positivo e construtivo”:

“O ministro dos Negócios Estrangeiros, Zarif, e eu, acordámos que o objetivo das negociações é estabelecer, por mútuo consentimento, um órgão de governo de transição, com plenos poderes executivos. O ministro Zarif garantiu que o Irão irá desempenhar um papel positivo e construtivo em Montreux”.

Ainda assim, os países ocidentais e do Golfo Pérsico estão relutantes porque o Irão apoia, militarmente, o presidente sírio e nunca apoiou um plano para uma transição política na Síria.

Os Estados Unidos já avisaram que o convite deve ser retirado se o Irão não demonstrar, publicamente, o seu apoio à criação de um governo de transição.

Por seu lado, a oposição Síria está descontente com a situação e garante que se retira das negociações de paz, internacionais, se Ban Ki-moon mantiver o convite.