Última hora

Última hora

China: Economia desacelera

Em leitura:

China: Economia desacelera

Tamanho do texto Aa Aa

O crescimento económico da China faz inveja a muitos países, mas para o Império do Meio 2013 foi o pior dos últimos 14 anos.

A economia chinesa registou uma nova desaceleração e os analistas preveem que a tendência se prolongue este ano, já que Pequim deverá continuar a reformar o modelo económico.

Em 2013, o PIB chinês cresceu 7,7%. Um recuo de duas décimas face a 2012, mas ainda acima da meta de 7,5% fixada pelo governo. Mas longe vão os anos em que o crescimento era de dois dígitos.

Andrew Mok, presidente executivo do Red Pagoda Ressources, considera que “do ponto de vista da economia mundial, esta desaceleração vai penalizar países e empresas que fornecem matérias-primas à China. Quem benefícia é quem está focado no consumo, nos bens de consumo rápido, serviços e turismo”.

A economia chinesa continua fortemente dependente do investimento e das exportações, mas estes dois setores estão a abrandar a favor do consumo. A procura cresceu no ano passado 13%, graças a uma inflação de 2,5%, inferior às previsões do governo

Os analistas falam de um modelo “mais sustentável”.