Última hora

Última hora

Controversa pesca de cetáceos no Japão

Em leitura:

Controversa pesca de cetáceos no Japão

Tamanho do texto Aa Aa

A pesca ao golfinho no Japão criticada pelo Estados Unidos.
O método tradicional de caça de cetáceos no oeste do país, não deixa de chocar o mundo ocidental. A técnica, que consiste em aprisionar os mamíferos e abatê-los com pancadas, é denunciada pela organização de defesa “Sea Shepherd”.

“O processo de abate consiste em bater com uma vara de metal na espinha do golfinho. Estes golfinhos não morrem imediatamente. Levam 20 a 30 minutos e só depois de serem postos a sangrar é que morrem sufocados ou afogados. Depois são arrastados para os ateliers para serem decepados”.

Caroline Kennedy, representante diplomática do Estados Unidos no Japão declarou-se “profundamente preocupada”. O govero nipónico responde:

“A pesca de golfinhos é uma das indústrias de pesca tradicionais do Japão e é realizada de forma adequada, de acordo com a lei do nosso país. Além disso, os golfinhos não estão dentro da gestão da Comissão Baleeira Internacional, o que permite às respetivas nações gerir este recurso”.

A caça anual de golfinhos em Taiji, atualmente em curso no Japão ocidental, tem sido todos os anos fonte de controvérsia.