Última hora

Última hora

Espaço: "Caça cometas" Rosetta terá despertado

Em leitura:

Espaço: "Caça cometas" Rosetta terá despertado

Tamanho do texto Aa Aa

São horas de acordar e ir apanhar um cometa – 10 anos depois a viajar e mais de 900 dias em hibernação a nave “Rosetta” terá despertado esta segunda-feira às 10 da manhã, hora de Lisboa.

O engenho encontra-se a 800 milhões de quilómetros nos “arredores” de Júpiter e agora vai lançar-se na interceção do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, no qual vai orbitar.

“O grande desafio está na própria nave que teve de parar a rotação, deixar de hibernar, posicionar-se, orientar-se e também apontar a antena para a Terra. Só depois é que podemos ver se ela está de regresso”, declara Andrea Accomazzo, diretor de operações da AEE (Agência Espacial Europeia).

A Rosetta precisa de sete horas para “acordar”, só depois é que enviará para a Terra o primeiro sinal, que dura 45 minutos a chegar.

O engenho leva a bordo a sonda Philae que vai aterrar no cometa e realizar análises ao astro durante um ano.

Os cientistas querem saber mais sobre a composição química do astro. Pensa-se que os cometas são os restos da formação do sistema solar há 4,6 mil milhões de anos.

A Europa gastou mais de mil milhões de euros no projeto que termina em 2015.