Última hora

Última hora

PM da Turquia visita instituições da UE em clima de tensão

Em leitura:

PM da Turquia visita instituições da UE em clima de tensão

Tamanho do texto Aa Aa

Cinco anos depois da última visita, o primeiro-ministro da Turquia regressa a Bruxelas, esta terça-feira, para discutir a candidatura do país à União Europeia (UE), mas num tom mais sombrio do que o desejado por Recep Tayyip Erdogan.

A UE tem criticado a forma como Erdogan gere o escândalo anticorrupção que eclodiu há um mês, levando à detenção de dezenas de pessoas próximas do governo.

O analista do Centro de Estudos de Política Europeia, Steven Blockmans, refere que “é bastante irónico que o primeiro-ministro, o seu governo e o seu partido, que se gabavam nos últimos anos de serem cruzados anticorrupção, estejam agora a tentar proteger as pessoas sob investigação”.

Depois de reformas há alguns anos que tornaram o sistema judicial mais independente, como exigido pela UE, o regime está agora a apertar o controle sobre o Conselho Superior da Magistratura e fez purgas na polícia devido a uma alegada conspiração para derrubar Erdogan.

“A UE vai aproveitar a oportunidade para insistir na questão da Turquia respeitar os compromissos assumidos durante as negociações de adesão. O país corre, potencialmente, o risco de perder o estatuto de candidato se regredir nas reformas levadas a cabo” refere Steven Blockmans.

Em novembro passado, a UE decidiu abrir mais um capítulo de negociações, congeladas há três anos, mas os desenvolvimentos na Turquia poderão voltar a esfriar os ânimos entre as partes.