Última hora

Última hora

Ucrânia: Manifestantes ateiam fogo à polícia de choque

Em leitura:

Ucrânia: Manifestantes ateiam fogo à polícia de choque

Tamanho do texto Aa Aa

Foi contra as forças policiais que se lançaram os manifestantes pró-europeus, na capital da Ucrânia. Contra os efetivos da polícia de choque destacados para controlar uma manifestação contra a nova legislação, aprovada na semana passada e que proíbe, praticamente, todas as formas de protesto.

Apesar dos apelos de líderes da oposição os confrontos foram inevitáveis e violentos. Centenas de milhares de pessoas juntaram-se, na Praça da Independência, para uma nova ação de protesto contra o Presidente. Acabando os manifestantes por lançar fogo a um grupo da polícia de choque que se protegia debaixo de escudos. Há dezenas de polícias feridos.

A polícia recorreu aos canhões de água contra os manifestantes que se reuniam perto do Parlamento.

Segundo um líder da oposição, Vitali Klitschko, o Presidente ucraniano prometeu agora criar uma comissão, com representantes da oposição, para acabar com esta crise política.

A solução política não chegou. O que chegou foi a resposta da multidão à nova lei sobre a ordem pública e da imprensa, aprovada na semana passada pelo parlamento. As pessoas estão com raiva e parece que se avizinha um fim turbulento.