Última hora

Última hora

Coreia do Sul: Dados de milhões de cartões de crédito roubados

Em leitura:

Coreia do Sul: Dados de milhões de cartões de crédito roubados

Tamanho do texto Aa Aa

Executivos de três empresas financeiras sul-coreanas apresentaram demissão após a divulgação do maior roubo de dados de cartões de crédito no país.

Cerca de 104 milhões de cartões de crédito foram visados. O desvio de informações ocorreu entre maio e dezembro de 2012 por um único engenheiro da Korea Credit Bureau, uma empresa contratada.

Numa mensagem, a empresa pede desculpas pela falha de segurança.

Os dados roubados incluem endereços residenciais, e-mail e números de telefone.

Os utentes mostram-se zangados e reagem:

“Eu não posso confiar nesta empresa. Não só nesta, não posso confiar em todo este país. Quando se trata de credibilidade, em quem deveria confiar? Eu sinceramente não acredito em mais nada”, afirmou um utente.

“Eu não posso confiar neles. Gostaria de saber se uma pessoa idosa como eu, ter um cartão de crédito é apenas um luxo. Eu vivi toda a minha vida com base na confiança”, disse outra utente.

Os dados dos cartões foram roubados nas empresas da NongHyup e Lotte. Destinavam-se a serem vendidos nos mercados de marketing.

As autoridades garantem que as informações não foram postas a circular.