Última hora

Última hora

Grécia: Presidiário fugitivo junta-se à luta armada

Em leitura:

Grécia: Presidiário fugitivo junta-se à luta armada

Tamanho do texto Aa Aa

Christodoulos Xiros, militante da extrema-esquerda grego, que fugiu, no princípio do mês, durante uma saída precária, anunciou, esta segunda-feira, o seu regresso à luta armada.

A informação foi avançada pelo próprio num vídeo colocado na internet. Nele, Xiros afirma ter decidido lutar contra os que lhes roubaram a vida e venderam o futuro:

“É tempo de lutar, o inimigo está à nossa frente e devemos enfrentá-lo. Comece agora, porta a porta, de bairro em bairro, não há tempo a perder. Não vamos ficar sentados nos nossos escritórios, devemos ir para a rua. o nosso trabalho é acender o pavio. Camaradas de luta armada, os que estão livres e os que estão presos, devemos entender que este é o nosso tempo”.

Christodoulos Xiros, 56 anos, pertenceu ao grupo extremista “17 de novembro”, desmantelado em 2002. Foi condenado a seis penas de prisão perpétua, pela participação em 33 atos terroristas, entre eles seis homicídios. Foi-lhe permitida uma saída precária de nove dias, com início a 7 de janeiro, mas nunca mais foi visto.