Última hora

Última hora

Há novas provas de tortura sistemática na Síria

Em leitura:

Há novas provas de tortura sistemática na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

São páginas e páginas que comprovam os crimes de guerra cometidos pelo regime Sírio.

Provas fornecidas por um fotógrafo da polícia militar que desertou e que, de acordo com vários procuradores, evidenciam a tortura sistemática a que foram sujeitas cerca de 11 mil pessoas dadas como desaparecidas.

Espancados, estrangulados ou eletrocutados foram poucos os prisioneiros que ficaram para contar, na primeira pessoa, como tudo aconteceu.

“Vi dois oficiais a chegar. Um trazia um aparelho elétrico. Bateram-me e fui torturado com vários choques elétricos”, afirma um sobrevivente.

Outro adianta: “Vi pessoas com unhas arrancadas e quando olhei para elas pensei que tudo aquilo não era humano.”

Crimes que estão também documentados em vídeo e que o regime de Bashar Al-Assad continua a negar.