Última hora

Última hora

Irão: UE alivia sanções durante meio ano

Em leitura:

Irão: UE alivia sanções durante meio ano

Tamanho do texto Aa Aa

Está suspenso o programa nuclear do Irão.

O acordo que limita o enriquecimento de urânio entrou, esta segunda-feira, em vigor e é para manter nos próximos seis meses.

Segundo os inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica, Teerão está a respeitar o compromisso alcançado em novembro em Genebra.

O levantamento parcial das sanções é uma das consequências da implementação do acordo como explica Catherine Ashton, chefe da diplomacia da União Europeia.

“É com satisfação que anuncio o cumprimento por parte do Irão das medidas previstas no acordo nuclear. Decidimos, por isso, suspender algumas sanções contra o Irão durante seis meses. A implementação das medidas ao longo deste período vai ser crucial.”

Em troca do alívio de sanções, Teerão compromete-se a não enriquecer urânio acima de cinco por cento. Excluída está, também, a construção de novas centrífugadoras.

“Estou otimista na evolução das relações com o Irão, mas prefiro ver para crer. Para avançar são precisas ações. Espero que no acordo definitivo existam compromissos não só claros por parte do Irão, mas que deem provas na cena internacional”, refere o ministro dos Negócios Estrangeiros belga, Didier Renders.

O compromisso pode ser prolongado desde que Teerão chegue a um entendimento com a comunidade internacional.

Euronews: “Começou a contagem decrescente com o levantamento parcial das sanções. Os negociadores têm, agora, seis meses para conseguir um acordo definitivo.”