Última hora

Última hora

Moscovo critica decisão de Ban Ki-moon sobre Irão

Em leitura:

Moscovo critica decisão de Ban Ki-moon sobre Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo critica a decisão do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de retirar o convite para o Irão participar na Conferência de Genebra sobre a paz na Síria.

Menos de 24 horas depois de ter convidado Teerão, Ban Ki-moon alegou que o regime recusou apoiar a formação de um governo de transição que viabilize o fim da guerra no país.

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, disse que o motivo é outro.

“Aqueles que pediram para retirar o convite ao Irão são os que insistem que o comunicado de Genebra deve terminar na mudança de regime. É apenas uma interpretação, e uma interpretação desonesta do que foi acordado em Genebra em 30 de junho de 2012. Mas agora verifica-se que aqueles que desonestamente interpretaram o comunicado, que querem mudar o regime sem uma condição preliminar, estão amplamente representados entre os convidados para a conferência de paz de Genebra.”

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse que há “muitas possibilidades” de que tente a reeleição nas eleições marcadas para junho.