Última hora

Em leitura:

Síria: ONU retira o convite ao Irão para participar na conferência de paz


Suíça

Síria: ONU retira o convite ao Irão para participar na conferência de paz

As Nações Unidas retiraram esta segunda-feira o convite ao Irão para participar na conferência sobre a paz na Síria, devido à recusa de Teerão apoiar os apelos a um governo de transição.

No domingo, Ban Ki-moon tinha convidado oficialmente o Irão para a conferência sobre o futuro da Síria.

“O secretário-geral está profundamente desapontado com as declarações públicas do Irão hoje feitas que não são de forma alguma consentâneas com o comunicado adotado.
Continua, no entanto, a inisistir para que o Irão se junte ao consenso global do comunicado de Genebra. Ele decidiu que o encontro de um dia em Montreux vai realizar-se sem a participação do Irão”, disse o porta-voz de Ban Ki-moon.

Em resultado da retirada do convite ao Irão, a oposição síria já comunicou a sua vontade de participar na conferência.

“O Irão não satisfez os requisitos mínimos para esse convite. Agradecemos ao secretário-geral ter aceitado a carta enviada pelo líder da Coligação Nacional, Ahmed al-Jerba, a esse respeito”, sublinhou Anas Abda, da Coligação Nacional Síria.

O Irão, aliado do regime de Damasco, já tinha declarado que não aceitaria condições para a sua participação nas conversações de Montreux.

“A crise síria não pode ser resolvida sem a interferência de todos os intervenientes. O Irão é um dos principais intervenientes nesta crise, quer se goste ou não. Isso é um facto”, referiu o analista político Paul Morcos.

As expectativas de um acordo para pôr fim ao conflito que já fez mais de 130 mil mortos e milhões de refugiados, surgem, para já, num cenário bastante cinzento.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Catherine Samba-Panza eleita Presidente interina da República Centro Africana