Última hora

Última hora

Genebra II: Dois manifestantes fazem frente a multidão a favor de Assad

Em leitura:

Genebra II: Dois manifestantes fazem frente a multidão a favor de Assad

Tamanho do texto Aa Aa

Segurança apertada em Montreux, a localidade helvética que acolhe a conferência Genebra II de paz para a Síria. Aqui, uma multidão reuniu-se para mostrar apoio ao regime de Bashar al-Assad.

Os partidários do presidente sírio aproveitaram o evento, que concentra os olhares do mundo, para fazer passar a mensagem.

“Queremos a paz, queremos que o nosso povo escolha o seu presidente sem ingerências externas, não queremos mais terrorismo ou financiamentos externos”, diz um partidário de Assad.

No mesmo local surgiram dois apoiantes da oposição síria. Mesmo pouco numerosos, também fizeram questão de explicar porque decidiram opor-se à manifestação.

“Quisemos exprimir os nossos sentimentos face à matança das nossas crianças. Estamos a gritar na esperança de que as pessoas no interior oiçam o que o presidente fez e que o regime tenha vergonha do que está a fazer e se vá embora”, diz um dos dois contra manifestantes.

“Honestamente, o povo sírio perdeu a esperança em todas estas conferências que se passam ao nível mundial, porque em três anos o povo sírio tem estado a matar-se, a massacrar-se e a comunidade internacional não se mexeu”, afirma o outro.

Tanto dentro do palácio que acolhe a cimeira, onde se encontram dezenas de diplomatas, como no exterior, é a presença do presidente Assad o motivo da discórdia.