Última hora

Última hora

África do Sul: Greve paralisa os três maiores produtores de platina

Em leitura:

África do Sul: Greve paralisa os três maiores produtores de platina

Tamanho do texto Aa Aa

Os mineiros que trabalham para os três principais produtores mundiais de platina na África do Sul estão em greve.

Um protesto que se repete para reclamar aumentos salariais.

Para minimizar o risco de violência, a empresa “Impala Platinum”, número dois mundial do setor, decidiu suspender “durante o tempo que for necessário” a atividade em Rustenburg, no norte do país.

É daqui que sai a maior parte da produção de platina para o resto do mundo, uma greve cujas consequências o sindicato sublinha:

“De acordo com a economia da África do Sul, sabe-se que se não trabalharmos, obviamente, haverá uma crise. Mas lembrem-se, há uma oferta enorme de mão-de-obra. Os trabalhadores que estão no subsolo têm um desafio muito sério. Eles não recebem dinheiro suficiente para sobreviver.”

Os diretores-executivos das três companhias disseram que as exigências salariais são “irreais” e avisaram que a indústria pode amargar os prejuízos de produção e perder postos de trabalho.