Última hora

Última hora

Argentina suaviza controlo cambial enquanto "peso" afunda

Em leitura:

Argentina suaviza controlo cambial enquanto "peso" afunda

Tamanho do texto Aa Aa

A Argentina altera a política cambial, depois do peso, a moeda argentina, ter atingido mínimos de 12 anos face ao dólar.

A partir de segunda-feira, o governo autoriza os cidadãos a comprar dólares para poupança. A decisão foi anunciada depois do peso ter perdido 14% em dois dias. Na quinta-feira tocou a barra dos oito pesos por dólar

É o resultado do fim de uma década de intervenção do Banco Central.

Fausto Spotorno, analista político, explica que a instituição “deixou de intervir, porque está a perder as reservas. Se continuasse, iria perder centenas de milhões por dia, milhares de milhões, ou seja quatro mil milhões por mês. Dentro de cinco meses teria de sair do mercado”.

As reservas de dólares do Banco Central diminuíram 30% no ano passado.

O controlo cambial estava em vigor há dois anos para impedir a fuga de capitais, face à deterioração da confiança na terceira economia
da América Latina, devido aos riscos de crise económica.

Mas a política cambial fez disparar a inflação e esta agrava ainda mais a situação económica.

Na memória está ainda a falência do país em 2002.