Última hora

Última hora

Genebra II: delegações sírias ameaçam abandonar negociações

Em leitura:

Genebra II: delegações sírias ameaçam abandonar negociações

Tamanho do texto Aa Aa

A segunda conferência de paz para Síria parece condenada ao fracasso.

Representantes do regime e da oposição ameaçam abandonar as negociações na Suíça devido à falta de progressos.

Se dúvidas havia, chega agora a confirmação: Bashar Al-Assad recusa formar um governo de transição, tal como defende a oposição.

O enviado especial da ONU, Lakhdar Brahimi, reúne-se, por isso, em separado, com as duas delegações, mas as expectativas em relação ao resultado destes encontros são baixas.

A oposição está a perder a paciência e lembra que um de governo de transição sírio sem Al-Assad não é uma questão negociável.

“As negociações não serão diretas até que o regime assine o acordo da primeira conferência de paz. Antes de mais é preciso implementar esse acordo” afirma Badr Jamous, secretário-geral da Coligação Nacional Síria.

A ausência de progressos pode comprometer o grande objetivo da segunda conferência de paz para Síria, ou seja, encontrar uma solução diplomática para um conflito que já provocou mais de 130 mil mortos.