Última hora

Última hora

Síria: Não há diálogo mas as negociações de paz prosseguem

Em leitura:

Síria: Não há diálogo mas as negociações de paz prosseguem

Tamanho do texto Aa Aa

Em Genebra, não houve conversa no arranque oficial das negociações de paz entre o governo e a oposição síria.

Nesta primeira tentativa de negociações diretas, segundo os relatos, as delegações entraram por portas diferentes na sala das Nações Unidas onde decorreu o encontro, sentaram-se frente a frente, não se dirigiram a palavra e escutaram Lakhdar Brahimi.

Saíram meia hora depois e acabaram por prestar declarações aos jornalistas, separadamente. A delegação do regime afirma ter “instruções do gabinete do presidente Assad para contribuir para o sucesso do encontro e para construir o futuro da Síria de uma forma que satisfaça o povo sírio”.

O clima é de cortar à faca, como fica patente nos comentários dos representantes da oposição síria:

“Não foi fácil sentarmo-nos com a delegação que representa os assassinos de Damasco mas agora não é tempo de nos concentrarmos em ninharias, temos de pensar no cenário global. Na Síria, assiste-se a uma verdadeira catástrofe”.

As questões humanitárias, nomeadamente a negociação de um cessar-fogo para permitir a entrada de ajuda no bastião rebelde de Homs, devem dominar o novo encontro, ainda esta tarde, mas ninguém acredita que se consiga avançar no tema mais sensível, a formação de um governo de transição.