Última hora

Última hora

Tailândia: Responsável da oposição morto num bloqueio ao voto

Em leitura:

Tailândia: Responsável da oposição morto num bloqueio ao voto

Tamanho do texto Aa Aa

Banguecoque manchada de sangue num domingo de bloqueios ao voto antecipado nas legislativas marcadas para dentro de uma semana.

No meio das manifestações organizadas na Tailândia para impedir o escrutínio, um líder da oposição foi abatido a tiro enquanto apelava ao boicote, de cima de uma viatura estacionada próximo de uma assembleia de voto em Banguecoque.

Uma testemunha recordava bem o som das balas mas não conseguiu identificar os atiradores.

A situação na capital é de tal forma caótica que as autoridades informaram que 45 das 50 assembleias de voto foram encerradas por causa dos protestos.

As eleições antecipadas convocadas pela primeira-ministra Yingluck Shinawatra não calaram os protestos que já fizeram 10 mortos desde novembro. A irmã do exilado ex-chefe de governo, Thaksin Shinawatra, sabe que tem o triunfo praticamente garantido graças ao apoio da população pobre do norte rural da Tailândia. As elites monárquicas e urbanas do sul querem alterações ao sistema político para acabar com o poder da dinastia Shinawatra.