Última hora

Última hora

FEMEN detidas em Bruxelas durante protesto contra Putin

Em leitura:

FEMEN detidas em Bruxelas durante protesto contra Putin

Tamanho do texto Aa Aa

Desnuda como habitual, uma das ativistas do grupo feminista FEMEN resolveu mascarar-se de Estaline, o ditador soviético, ao qual é comparado o atual presidente russo, Vladimir Putin.

O protesto, esta terça-feira, em Bruxelas, visou criticar o facto da União Europeia realizar mais uma cimeira com a Rússia.

A crise na Ucrânia é exatamente o tópico central da reunião, mas a FEMEN acredita que Moscovo não tem apenas um papel político, mas que intefere naquele país de forma violenta.

Uma das ativistas disse que “os serviços secretos e as forças especiais da Rússia, disfarçados de polícias de choque ucranianos, têm parte ativa na repressão das pessoas que protestam na Praça da Independência”.

A polícia belga acabou por intervir e deteve as ativistas do grupo, que foi criado na Ucrânia, em 2008, mas que tem sede em Paris desde o Verão passado, alegando perseguição do regime de Viktor Ianukovich.

  • Femen protest in Brussels