Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Milícias populares legalizadas no México
close share panel

Share this article

Twitter Facebook
| Partilhe este artigo
|

O México vai legalizar oito grupos de autodefesa em Michoacan, um dos estados mais afetados pela violência ligada ao narcotráfico.

O governo chegou a acordo com os representantes dos também chamados “vigilantes” que lutam contra o cartel de droga Cavaleiros dos Templários.

Criadas em 2013, estima-se que as milícias de autodefesa contem atualmente com cerca de 20 mil homens, mas muitos vão ficar fora deste acordo. Segundo o documento, os vigilantes passam a integrar os chamados Corpos de Defesa Rurais. Grupos, pode ler-se, criados por um período temporário.

A assinatura do acordo acontece após a detenção do número dois do cartel do Templários.

“O detido estava a ser investigado por ligações ao crime organizado e narcotráfico. Estava também a ser investigado por envolvimento noutro tipo de crimes”, refere Alejandro Garcia, responsável da segurança.

Alguns grupos de autodefesa acusam o governo de não estar a fazer o suficiente para combater o narcotráfico e decidiram, por isso, ficar fora do acordo.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre
| Partilhe este artigo
|